Tags

,

Quando os meus olhos fecharem e disserem: – não mais abrirão

Eis que estarão já abertos numa outra dimensão.

Quando não mais se mover o meu corpo, assolado pela exaustão

Eis que já livre estarei, sem perguntas, só respostas, entoando uma nova canção.

Não se iludam com a vida, menos ainda com a morte,

pois a vida é o passaporte e a morte, o transporte, o trem da ressurreição.

Tio Beto